Saint Seiya Ultimate RPG


 
InícioCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Últimos assuntos
» Ficha Sparda de Touro
Qua Jul 10, 2013 1:59 pm por Sparda de Touro

» Reserva de Veste
Qua Jul 10, 2013 9:03 am por Sparda de Touro

» Ficha - Aster de Câncer
Qua Jul 10, 2013 7:44 am por Aster de Câncer

» Treinos de Griffon
Qua Jul 03, 2013 1:29 pm por Kaizer de Griffon

» Técnicas de Matteo
Qua Jul 03, 2013 10:22 am por Midgard/Odin

» Treinos de Athos
Qua Jul 03, 2013 10:11 am por Midgard/Odin

» 2º Templo Celestial
Qua Jul 03, 2013 2:13 am por Hades

» 3º Templo Celestial
Qua Jul 03, 2013 2:12 am por Hades

» Salão de Artemis
Qua Jul 03, 2013 2:11 am por Hades

Novembro 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
   1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930  
CalendárioCalendário
Parceiros
Fórum grátis


Compartilhe | 
 

 Ficha de Matteo

Ir em baixo 
AutorMensagem
Matteo de Sirene
Aprendiz
Aprendiz
avatar

Mensagens : 3
Data de inscrição : 02/07/2013

Status do Jogador
Nível: 17
Cosmo:
1700/1700  (1700/1700)
Vida:
1700/1700  (1700/1700)

MensagemAssunto: Ficha de Matteo   Ter Jul 02, 2013 4:36 pm

Nome: Matteo
Idade: 19
Local de Nascimento: Itália
Local de treinamento: Fortaleza Aquática de Poseidon
Mestre: _X_
Elemento: Água
Altura: 1'78
Sexo: Masculino
Peso: 74 kg
Tipo sanguino: A+
Armadura ou sapuris: Escama de Sirene
Kamui:

Atributos




Resistência:9
Inteligência:11
Força:10


Psicológico

Em seus olhos pode enxergar um visão tão pura e inocente que a sua existência faz com que as pessoas se preocupem com ele, tem um coração puro e valente, lutando pelas pessoas que ama a todo custo, nem que tenha que abdicar de sua vida para salvar seus entes queridos. Sempre permanece calmo e busca a saída mais lógica de uma situação em perigo, quando entra em um combate só utiliza todo seu poder se for realmente necessário, não gosta de guerras e batalhas, porém, se for pelo bem de Poseidon, amor e paz, dará o seu sangue para que a justiça sempre vença.

Aparência

Possui longos cabelos que vão até a metade de sua coluna de cor azul claro(ciano), olhos redondos de mesma cor, uma pele branca. Tem um corpo magro com alguns músculos apenas para definir seu corpo com masculinidade. Sempre leva consigo uma pequena maleta que trás sua flauta. Usa pequenos óculos redondos quando preciso a maioria das vezes para ler.


Historia

Era uma criança muito feliz, seus pais eram músicos, sua mãe tocava música clássica enquanto seu pai puxava mais para o lado rebelde era guitarrista de uma banda de rock independente, num dia ele estava numa viajem pela costa da Itália um acidente aconteceu ele ficou em coma durante anos e quando finalmente acordou soube que seus pais aviam morrido, foi para um orfanato onde era muito perturbado por alguns garotos que sem motivo algum o odiavam, ainda pequeno fez amizade com um garoto que estava lá com seus pais para adotar uma criança o nome do garoto era Benos é os pais dele perceberam que ele estava brincando muito com um garoto  decidiram adotar aquele garoto Matteo viveu anos muito felizes do a família D'Angelo. Um dia Benos e ele estavam numa festa é Benos viu uma luz brilhando num caís perto de onde eles estavam ele decidiu ver o que era Matteo foi atrás dele para ele não se meter em nenhum problema. Chegando lá eles firam um tridente fincado na areia quando Benos o tocou os dois foram pegos de surpresa por uma onda enorme que surgiu de lugar nenhum, eles foram transportados para um lugar muito estranho, um salão cheio de estátuas e um vazo bem no fundo Benos decidiu abrir o vazo e quando ele abriu ele mudou de vez, uma mulher apareceu de um lugar nenhum ela começou a falar que Benos era a reencarnação de Poseidon e que Matteo deveria ser seu guardião ela entregou a Escama de Sirene para Matteo.



Teste Narrativo

Uma noite chuvosa se aviltava no ambiente. Assim como nos dias anteriores um ar de tensão se encontrava em toda parte, era como um grandioso circo que se preparava para um tenebroso espetáculo. Eu me encontrava na frente do pilar o qual eu deveria proteger. Não era algo tão ruim ficar sentado apreciando as belezas naturais do fundo do mar. Eu já havia me acostumado com aquele ambiente exótico, haviam algumas anêmonas que sempre passavam pelo mesmo lugar todos os dias, bem como algumas caravelas que ali passavam. Definitivamente o oceano era tão belo que eu não conseguia expressar em palavras, apenas sentia. Alguns dias se passaram e a sensação de um mau iminente continuou a me assombrar. Por muitas noites eu vigiei o santuário submarino, temendo um ataque surpresa, porém, agora parecia que tudo tinha piorado. Era uma noite fria, eu estava meditando enquanto tentava descansar minha mente, uma técnica para aprimorar minha paciência. Então eles apareceram, inicialmente não passavam de sons imperceptíveis bem longe, porém, os sons foram se aproximando até que se mostraram ser passos apressados. Eu abri meus olhos e ali, diante de mim estavam dois guerreiros, um deles usava uma estranha armadura verde musgo e o outro usava uma armadura laranja. Eu parei de meditar e então disse para ambos os invasores:

- Eu não sei o que vieram fazer aqui, mas, se não saíram do santuário submarino nunca mais irão para casa...

Os guerreiros esboçaram sorrisos zombeteiros e então o guerreiro de armadura laranja disse para o amigo:

- Você ouviu isso Ryuma? Ele quer que a gente vá embora.

Ryuma, o cavaleiro de armadura verde, olhou analiticamente para mim e então disse para o amigo sem desviar o olhar:

- Não se preocupe Dan, nós não vamos fazer aquilo que ele nos pede.

Eu então olhei para Dan e Ryuma e então disse:

- Vejo que são cavaleiros, porém, não reconheço vocês pela armadura, digam-me, vocês servem a qual deus?

Eles riram da minha pergunta e então Ryuma disse:

- Você não precisa saber desses detalhes. A única coisa que precisa saber é que se não sair do nosso caminho nós iremos matá-lo.

Eu olhei fixamente para Ryuma, que parecia ser o líder e o mais sábio, então disse:

- Proteger este pilar é o meu dever. Devo protegê-lo com minha vida se necessário for. Eu não posso deixar que vocês passem daqui. Vocês irão morrer...

Eles riram e então Dan correu em minha direção liberando sua cosmo energia, ela era agressiva e eu podia sentir uma sede de destruição como jamais havia sentido antes. Ele deu um sorriso de zombaria para mim e então, em um piscar de olhos, desapareceu bem na minha frente. Eu comecei a procurá-lo por todos os lados, então, uma voz advinda das minhas costas me alertou:

- Você precisa ser um pouco mais rápido general marina: Fúria destruidora!!!

O golpe de Dan era impressionante, consistia em um poderoso raio de energia que destruia tudo o que tocava, porém, eu era um general marina, a elite dos cavaleiros de Poseidon, eu não iria ser derrotado por um ataque tão pífio. Eu então girei minha flauta a uma grande velocidade, fazendo com que ela se transformasse em uma espécie de escudo, em seguida o golpe de Dan atingiu a flauta, porém, eu não contava que ele fosse tão poderoso. A intensidade do golpe de Dan me acertou e me arremessou vários metros para trás, me fazendo cair no chão., ele então sorriu e disse:

- Você é muito fraco, eu achei que poderia ter um pouco de diversão aqui, mas, acho que me enganei.

Eu me levantei devagar e disse enquanto me recuperava da investida de Dan:

- De fato você é muito poderoso Dan. Eu fui um tolo por subestimá-lo, porém, acredito que o meu alto posto tenha me subido a cabeça, mas, isso não vai se repetir de novo...

Dan ficou sério ao ouvir minhas palavras e então investiu contra mim novamente, desaparecendo bem diante de meus olhos. Dessa vez eu deixei meus instintos me guiarem, apurando minha audição e anulando todo o resto. Pude ouvir claramente quando Dan se aproximou de mim para me atacar, então, eu sorri quando me virei até visualizá-lo e disse:

- Desapareça: Canção da agonia!!!

Meu ataque pegou Dan de surpresa, lançando-o em um golpe tão poderoso que o deixou em um estado de agonia intensa.. Com a intensidade do meu golpe Dan acabou caindo vários metros para trás, então eu me virei para Ryuma e disse:

- O próximo!

Ele se aproximou de mim sem dizer nenhuma palavra, então liberou uma cosmo energia assustadoramente grande, do tipo que eu nunca havia visto em toda a minha vida, somente de estar na presença dele já era o suficiente para me paralisar todo o corpo. Ryuma então olhou para mim e disse fechando sua mão e formando um poderoso punho de brilho dourado:

- Eu tentei fazer as coisas de modo que não houvessem mortes, porém, você dificultou as coisas, general marina. Sofra as consequências agora: Punho do dragão dourado!!!

O golpe era assombroso, seu tamanho e poder beiravam o inacreditável. Eu tentei usar minha lança relâmpago contra ele, porém, nenhum efeito surtiu contra aquele poderoso ataque. O seu poder fez com que minha escama se quebrasse e eu fosse arremessado contra o pilar que protegia com todas as minhas forças, então eu pensei enquanto olhava para os danos em meu corpo:

"Isso não pode estar acontecendo, Esse golpe foi mais poderoso do que tudo que eu já presenciei. Esses guerreiros são mesmo tão poderosos assim?"

Um vento forte pasosu enquanto eu começava a liberar minha cosmo energia, então eu investi contra Ryuma e tentei acertá-lo com outro golpe poderoso de minha flauta, porém, o mesmo se aproximou rapidamente e tentou me acertar um soco poderoso, soco este que eu desviei com uma certa dificuldade, então eu investi contra Ryuma, tentando acertar uma sequência de socos poderosos em seu abdome, porém, Ryuma era forte e rápido, desviando de todos os meus ataques. O sol começava a se pôr quando Dan recobrou a consciência, então ele se levantou e disse olhando para mim:

- Seu maldito, eu irei destruí-lo por isso!!!

Então novamente ele investiu contra mim, eu apenas esperei o momento certo para atacar, só que dessa vez Dan criou inúmeros clones ilusórios dele, que me atacaram ao mesmo tempo. Sem ter outra alternativa eu liberei meu cosmo até o limite e, posicionando minha flauta na minha frente, eu tentei bloquear o máximo de golpes que pude. Por sorte consegui bloquear o ataque do verdadeiro, então eu posicionei minha flauta na frente dos meus lábios e disse:

- Morra: Canção da agonia!!!

Eu estava perto de acertá-lo quando Ryuma bloqueou meu golpe com sua ténica do punho do dragão dourado. A técnica rapidamente se redirecionou contra mim, então eu usei tudo o que tinha de cosmo para tentar parar o estrondoso poder de Ryuma. Suor escorria pelo meu rosto enquanto eu tentava parar o golpe de Ryuma com apenas uma mão, dentro de pouco tempo minha escama começou a rachar, então, usando tudo que me restava de força, eu desviei o poder de Ryuma para cima, fazendo ele se chocar contra o oceano. Após isso eu olhei para meus adversários e disse enquanto me sentava na posição de lótus e fechava os olhos:

- Está na hora de terminar com essa luta: Sinfonia da agressão!!!

Logo uma luz muito poderosa começou a emanar de mim, criando muitos feixes que seguiam para todas as direções. Em um ato desesperado para me matar Dan ignorou minha técnica e tentou me atacar novamente usando seus clones ilusórios, porém graças a minha sinfonia, Dan atacou Ryuma e vice-versa. Ryuma, que tinha percebido que tinha atacado e ferido sériamente Dan disse olhando para o corpo de seu companheiro:

- Muito bem, está na hora de acabar com isso!!!

Porém antes que pudesse fazer algo ele ficou imóvel, seu rosto paralisado em uma máscara de temor. Ryuma passou alguns minutos desse jeito então disse para mim enquanto pegava Dan, que estava desacordado, e o colocava nos ombros:

- Você tem sorte general marina, nosso deus quer que retornemos para nosso reino. Por hora esta batalha está terminada, porém, saiba que isso é apenas o começo e que tudo que conhece vai ter fim...

Ao dizer isso Ryuma irrompeu em uma luz verde e desapareceu. Eu me sentia exausto, era a primeira vez que eu lutava contra seres tão poderosos. Antes de desmaiar eu pensei:

"Quem eram aqueles seres? O que queriam? Lord Poseidon precisa ser avisado imediatamente..."

Antes que eu pudesse me mover meu corpo caiu desacordado no chão e eu fui inundado pela escuridão.


Habilidade: Flautista Perfeito

Descrição: Tendo uma imensa habilidade com a flauta faz com que Matteo nunca erre um golpe relacionado a sua flauta ou a música.


Última edição por Matteo de Sirene em Ter Jul 02, 2013 10:09 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Midgard/Odin
Aprendiz
Aprendiz
avatar

Mensagens : 86
Data de inscrição : 27/06/2013

Status do Jogador
Nível: 103
Cosmo:
10000/10000  (10000/10000)
Vida:
10000/10000  (10000/10000)

MensagemAssunto: Re: Ficha de Matteo   Ter Jul 02, 2013 6:20 pm

app

_________________


Ass:Midgard/Odin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Ficha de Matteo
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Ficha] - Sora D. Pierre
» Ficha - Lord Lucario
» [Ficha] Ryujin
» FICHA Aurora
» Ficha Complexa: Nivel 02 -Hunter P. Sherbetsky - Doctor Druida

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Saint Seiya Ultimate RPG :: Área de Criação :: Criação de Ficha-
Ir para: